Várias transformações vêm alterando o foco da administração de marketing desde que esse conceito começou a ganhar força na década de 1950. As novas tecnologias, a globalização, a nova era colaborativa e criativa modificam profundamente o comportamento do consumidor e a forma que eles percebem e interagem com produtos e serviços.

Durante a década de 1950 e 1960, o marketing (ainda puramente tático) era centrado no produto. Em plena era industrial, o objetivo das empresas era criar produtos padronizados com custos baixos que pudessem ser produzidos em massa e atingissem o maior número de consumidores. As empresas investiam no desenvolvimento do produto e depois se preocupavam em como vendê-lo ao consumidor. Existia pouca concorrência e os consumidores eram pouco informados, então era fácil vender.

Na década de 1970 e 1980, a crise do petróleo deflagrou instabilidade econômica em diversos países desenvolvidos. A demanda tornou-se escassa e o comportamento de compra do consumidor mudou, passaram a ser mais cautelosos, precavidos e informados. Produtos com baixa distinção e sem posicionamento definido eram percebidos como “commodities”. Era o início da “era do posicionamento”. O marketing passa a ser visto como estratégia, com foco voltado às necessidades do consumidor. Visto que os clientes estão menos inclinados a comprar, o objetivo era identificar seus desejos e desenvolver produtos que os suprissem, além de construir e fixar um forte posicionamento de marca na sua mente.

A partir dos anos 1990 e 2000, o uso do computador pessoal e da internet, a tecnologia da informação, a globalização, as redes sociais modificaram o contexto sociocultural. Os consumidores agora estão conectados e muito bem informados, além terem imenso poder de voz contra as empresas; estão mais céticos, não acreditam mais em relacionamentos unilaterais e verticais; eles confiam muito mais na palavra de seus conhecidos do que no discurso de especialistas ou de empresas; buscam empresas verdadeiras e com personalidade autêntica. Os profissionais do marketing começam a perceber o consumidor como um ser-humano pleno, feito de mente, coração e alma. Estamos, hoje, na “era dos valores, do propósito, do significado”. O consumidor procura empresas que supram não só suas necessidades funcionais e emocionais, mas também que consigam compreender suas necessidades mais profundas de justiça social, econômica e ambiental.

Construir marcas fortes e relevantes nesse contexto, por conseguinte, é cada vez mais difícil. As estratégias de marketing devem considerar marca, posicionamento e diferenciação, como forma de construir identidade de marca, imagem de marca e integridade de marca que são o meio de conquistar mente, coração e alma do consumidor. Observe na imagem como esses fatores se relacionam.

construção de marcas relevantes

Nessa forma de comunicação horizontal, posicionamento de marca já não é mais suficiente para garantir autenticidade (elemento relacionado à personalidade e à essência da marca que constituem a verdadeira diferenciação da empresa). Portanto, marcas que articulam somente o seu posicionamento não necessariamente terão identidade e imagem positiva na mente e no coração do consumidor. A sinergia da marca, do posicionamento e da diferenciação é o que permite a construção de identidade de marca (conquistar a mente do consumidor por meio de uma posição de marca forte), imagem da marca (conquistar o coração do consumidor por meio de uma percepção de marca positiva) e integridade de marca (conquistar a alma do consumidor por meio da efetiva entrega de sua promessa de marca).

 

Esse texto foi baseado no livro Marketing 3.0 de Philip Kotler, Hermawan Kartajaya e Iwan Setiawan. Recomendamos a leitura!

Camila Chisini

CAMILA CHISINI

Fundadora e Diretora de Criação

Cursando MBA em Branding: Construção e Gestão de Marcas pela ESPM. Formada em Design Visual pela UFRGS, com Láurea Acadêmica e Prêmio Destaque TCC pela ApDesign. Estudou Design e Comunicação Visual na Politécnico de Turim, na Itália. Vencedora de prêmiações no 5º Prêmio Bornancini 2014.

Assine nossa newsletter para receber em primeira mão nosso conteúdo!

Receive Updates

No spam guarantee.

error: